Transformação digital no mercado financeiro: saiba o que está mudando
Entenda os impactos da transformação digital no mercado financeiro e conheça as vantagens de embarcar nesse processo.
Por A2C

Acelere. Colabore. Transforme
Compartilhe:

O crescimento digital tem trazido diversas mudanças para o mercado. Novas empresas, baseadas em tecnologia, estão desenvolvendo soluções capazes de trazer mais facilidades para o dia a dia dos seus clientes, e oferecendo serviços mais ágeis e seguros.

A transformação digital é um processo que revoluciona estratégias, atividades e negócios por meio do uso da tecnologia digital, chegou ao mercado financeiro e, ao que tudo indica, nas próximas décadas esse movimento tende a se intensificar. Por isso, as empresas do setor precisam se adaptar à nova realidade, melhorar o seu desempenho e  entregar aos clientes a inovação e a agilidade que eles procuram.

Quer entender melhor como funciona a transformação digital no mercado financeiro? Neste artigo, explicaremos o que ela é e como já está afetando o setor.

 

O que é transformação digital mesmo?

A evolução tecnológica não provoca mudanças apenas em nossas vidas pessoais. Ela tem trazido grandes impactos para as empresas, alterando seus processos, suas estratégias e as suas rotinas. Nesse contexto, chamamos de transformação digital o uso da tecnologia para aprimorar os processos empresariais.

Ao promover a inovação, esse movimento otimiza os resultados das organizações, agilizando a tomada de decisão, facilitando a comunicação, reduzindo custos e eliminando rotinas operacionais.

Transformação digital no mercado financeiro: como funciona?

Há algumas décadas, o setor financeiro era todo baseado nas interações humanas. Os clientes de um banco, por exemplo, iam até as agências para conversar com um atendente e, então, tinham acesso aos serviços de que precisavam. 

Com o surgimento da internet, foram criados vários canais para que o usuário se conectasse com o seu banco e tivesse mais autonomia para cuidar das suas finanças. Ou seja, o ambiente digital permite que usuário tenha acesso aos mesmos serviços que teria, mas sem sair de casa e com muito mais autonomia. E essa tendência ficou cada vez maior com a popularização dos dispositivos móveis.

Embora muitas soluções digitais já façam parte do dia a dia das instituições financeiras, é possível perceber que a transformação só está no início. Novas soluções ainda estão por vir e devem mudar ainda mais os serviços que conhecemos.

 

Fintechs

É nesse cenário que surgiram as fintechs, empresas que baseiam os seus serviços financeiros em tecnologias que trazem resultados em tempo real, reduzindo o tempo das operações e permitindo que elas sejam feitas em qualquer lugar. 

Um exemplo dessa revolução são os bancos digitais. Hoje em dia, é muito comum pagar contas, gerar boletos e fazer transferências pela internet, usando aplicativos de celular e sem pagar taxas. Segundo estudo da consultoria Boston Consulting Group (BCG), no primeiro semestre de 2019, os bancos com conta digital receberam entre 500.000 e 1 milhão de novos clientes por mês, 

Para não serem deixados de lado, os bancos tradicionais também estão investindo em novos formatos e buscando maneiras de se adaptar ao contexto de inovação. O Bradesco, por exemplo, lançou o banco digital Next e o InovaBra, um espaço que tem como objetivo promover a colaboração entre empresas, investidores e startups para gerar novos modelos de negócio.

 

Como os bancos são afetados pela transformação digital?

Por trazer tantas vantagens para os negócios, a transformação digital se tornou um tema prioritário para muitas instituições financeiras. Nos bancos, novas tecnologias digitais agilizam processos e trazem mais praticidade para o dia a dia dos usuários, deixando-os mais satisfeitos. A seguir, conheça algumas soluções que têm mudado a rotina dessas organizações.

mapa de palavras com termos sobre a transformação digital no mercado financeiro

Uso de Inteligência artificial e OCR para validação de documentos

Conferir e validar documentos pode ser uma tarefa demorada e trabalhosa. Hoje, porém, é possível usar a inteligência artificial e o OCR — Reconhecimento de Caracteres Óticos — para verificar a identidade de um consumid

Estamos vivendo uma revolução que ainda promor, checando se a sua documentação é verdadeira. 

Essa tecnologia, por exemplo, permite que uma foto tirada ao vivo seja comparada com fotos de arquivos de cadastro e diz se o CPF informado pelo usuário é compatível com o dos registros. Essa validação de dados pode ser feita por celulares ou computadores que tenham o aplicativo da empresa instalado e dura pouco tempo, cerca de 5 segundos.

Além de agilizar o processo de conferência de documentos, essa solução ainda é bastante eficaz para combater fraudes — e tem um custo menor para isso. Isso porque usa de big data para mapear e classificar comportamento fraudulentos .

 

Automatização de serviços com chatbots

Os chatbots, programas de computador capazes de desenvolver uma conversa com pessoas, estão se consolidando como um canal para melhorar o atendimento ao cliente, tornando-o mais ágil e fácil. Essa ferramenta faz uso de informações previamente cadastrados para atender estes clientes. Existem também bots mais inteligentes podem aprender e aperfeiçoar seu atendimento com base nas interações de outros clientes, estes utilizam desenvolvimento com base em machine learning.

Com o auxílio desses robôs, os usuários podem realizar diversas operações financeiras, como empréstimos, consulta de saldos e até saques. Um exemplo delas é o serviço de saques sem cartão, via Whatsapp, oferecido pelo Banco do Brasil. Para isso, o usuário precisa iniciar uma conversa com o número (61) 4004-0001 e digitar “saque sem” ou “saque sem cartão”. O chatbot da rede é que perguntará o valor da transação e informará um código que poderá ser digitado em caixas eletrônicos para confirmar a retirada. Uma grande evolução do que conhecemos hoje de mobile banking.

Todas essas vantagens trazem experiências positivas para o consumidor, deixando-o mais satisfeito e, consequentemente, melhorando o seu relacionamento com a empresa que presta o serviço.

 

E no futuro, o que nos aguarda?

Estamos vivendo uma revolução que ainda promete trazer muitas mudanças para o setor financeiro. A tendência é que os serviços e o atendimento evoluam bastante nos próximos anos, oferecendo ainda mais facilidades e personalização para os usuários.

A internet das coisas já é uma realidade. Conectando objetos físicos à internet e entre si, ela facilita transações, permitindo que pagamentos sejam feitos sem o uso de dinheiro ou cartões. A inteligência artificial e o blockchain também são tecnologias que tendem a se desenvolver bastante e podem tornar os processos financeiros mais seguros e descomplicados.

Com novas tecnologias surgindo em um ritmo tão acelerado, investir no ambiente digital é fundamental. Empresas que buscam se adaptar a essa realidade se destacam entre os concorrentes e entregam melhores experiências aos seus clientes.

Um exemplo disso é o programa de inovação aberta do Grupo Sabemi em parceria com a A2C. Iniciamos o projeto fazendo um diagnóstico das principais dores do negócio para encontrar formas de resolvê-las. Como resultado, desenvolvemos um programa de inovação que tinha como objetivo conectar o grupo com o ecossistema de inovação e recrutar startups e soluções digitais para as questões identificadas.

Saiba mais sobre o projeto e veja os seus resultados aqui.

Agora que você já sabe mais sobre o processo de transformação digital no mercado financeiro, e conheceu alguns exemplos práticos. Entre em contato com a A2C e saiba como podemos ajudar!

Compartilhe:

RECEBA
NOVIDADES
DA A2C

E-mail cadastrado! Aguarde nossas novidades.