Mídia Programática: o que é whitelist e blacklist
Entenda o que é whitelist e blacklist e saiba quais benefícios elas podem trazer para suas campanhas.
Por Lucas Monteiro

Diretor de Negócios
Compartilhe:

Quando se trata de segmentação em mídia programática, as opções são muito vastas. Todo profissional de marketing trabalha para se comunicar diretamente e de forma efetiva com os consumidores de seus produtos ou serviços — e as possibilidades para fazer isso são imensas. 

Para acessar o público, porém, é importante saber onde ele está e como alcançá-lo. Em que tipo de ambiente você quer sua marca circulando? Esse é um tema que gera muita discussão, não só no Brasil como no mundo, principalmente pelo avanço dos sites de fake news, bots maliciosos que geram tráfego fraudulento e outros inventários pouco qualificados que não trazem ganhos às campanhas e aos seus anunciantes.

Essa preocupação com o ambiente de circulação dos anúncios da marca espaços publicitários e o contexto de exibição é crescente. Em uma pesquisa realizada pela Adweek, cerca de 78% dos profissionais de marketing afirmaram que sua maior preocupação são os cliques fraudulentos em suas campanhas. Esse problema vem crescendo de forma acelerada, a uma taxa de 50% ao ano. Esses cliques custaram, globalmente, cerca de U$ 23 bilhões em 2019 aos anunciantes.

As tecnologias relacionadas a programática podem ser uma boa alternativa para minimizar esses problemas. Confira, a seguir, como proteger sua campanha com o auxílio delas.

 

Whitelists: como usá-las para obter melhores resultados em suas campanhas

O termo whitelist refere-se a uma lista de sites relevantes e confiáveis em que você pode anunciar. Ou seja, podemos usar essa estratégia quando queremos direcionar nossa compra de mídia programática para portais, blogs ou aplicativos específicos. Nesse caso, é possível fazer a compra por meio de leilões, usando a tecnologia em tempo real.

O uso desse método envolve a seleção manual de inventários de confiança e relevantes. Por exemplo, um anunciante de produtos alimentícios pode ter uma série de sites de receita em sua whitelist, ou até mesmo uma lista de sites onde ele tenha tido um histórico de boas campanhas. Além disso, também podem ser usadas whitelists de terceiros, que filtram as informação e as oferecem prontas.

Tem dúvidas sobre termos relacionados à mídia programática? Conheça nosso glossário sobre o tema!

Blacklist: como evitar que sua marca tenha uma imagem negativa

A blacklist é uma listagem de locais em que os anúncios não devem ser veiculados. Basicamente, ela serve para proteger sua campanha de canais que estejam fora das diretrizes da sua marca. Há algumas categorias que os anunciantes buscam bloquear com mais frequência: nudez, pornografia, jogos de azar, conteúdo de acidentes e outros que não são positivos para a exposição de marca.

Imagine, por um momento, que você seja anunciante de uma marca de carros. Para evitar uma associação negativa com o seu produto você pode marcar algumas palavras-chave dentro de uma blacklist — como “acidente, tragédia de trânsito e batida de carro” , assim elas não serão associadas à campanha. 

Com o uso dessas tecnologias para a segmentação você garante que sua marca terá os melhores resultados e os conquista em ambientes seguros, evitando crises ou associações negativas. Você deve lembrar de algumas empresas de aviação que tiveram seus anúncios veiculados em notícias de acidentes aéreos. Essa associação pode trazer grandes problemas à marca, mas pode ser facilmente evitada com um bom planejamento e programação de campanha.

A velocidade e o tempo real da mídia programática trazem novos desafios para as marcas que precisam se conectar com diversos perfis de clientes, em múltiplos canais e em diferentes momentos do dia. Embora a compra programática facilite bastante esse caminho, é preciso tomar cuidados e ter um bom planejamento que considere o ambiente em que as campanhas estarão. Quer ter campanhas de sucesso? O time da A2C pode ajudar você.

Compartilhe:

RECEBA
NOVIDADES
DA A2C

E-mail cadastrado! Aguarde nossas novidades.