Acessibilidade web, qual o meu papel?
Entenda porque acessibilidade web é um tema importante e que merece destaque no desenvolvimento de sites.
Por Jonas Pereira

Analista de Sistemas
Compartilhe:

Este é um conteúdo introdutório de uma série sobre acessibilidade web e gostaria de iniciar o tema contando uma história.

 

Se você ainda não sabe o que é acessibilidade web, confira nosso artigo completo sobre o assunto.

 

Minha esposa, Laís Rebeca, é terapeuta ocupacional e dentro das suas qualificações está a de garantir a autonomia e independência das pessoas com deficiência. Dessa forma, acessibilidade é um tema bastante presente na profissão dela.

 

Certo tempo atrás eu encontrei entre seus materiais de trabalho, uma espécie de adaptação para a mãos e fiquei bem curioso em saber a utilidade daquele objeto. Ela gentilmente me explicou que era um objeto para auxiliar as pessoas ao utilizar o teclado de um computador em casos de dificuldades ou impossibilidade de utilizar as mãos, bastante comum em situações como doença de Parkinson, paralisia cerebral e AVC. Achei sensacional pois se tratava de um objeto de certa forma artesanal e barato que visava melhorar a qualidade de vida de alguma pessoa pelo simples fato de facilitar a vida dela ao utilizar um computador e navegar na internet.

 

Importância dos requisitos de Acessibilidade

 

Naquela ocasião, o assunto morreu ali e a parabenizei pelo trabalho. Porém, hoje, ao estar mais familiarizado com o tema acessibilidade web vejo que o objeto que ela “criou” tem um papel de grande importância mas ele, por si só, não garante uma ótima navegação nos sites. Para que o objeto possa ser usado da melhor maneira possível os sites precisam garantir uma série de requisitos de acessibilidade. Caso contrário, o usuário, mesmo com o adaptador, continuará a ter dificuldades de utilização do teclado quando navegando na internet e entrando nos mais diversos sites. De que adianta um adaptador se o site não permitir, por exemplo, uma navegação completa pelo teclado? Pois é, neste caso o usuário iria esbarrar em grandes dificuldades ao navegar na internet. E neste cenário, eu poderia ter contribuído a partir do meu papel de desenvolvedor web para que o tema já fosse introduzido, pelo menos, nos projetos dos quais fiz parte.

 

Essa história poderia ser comparada ao caso das pessoas com cadeira de roda, por exemplo. De que adiantaria um pessoa ter esse meio de locomoção, se os ambientes físicos – restaurantes, lojas, prédios e vias públicas – não disponibilizam acessos com rampas e elevadores, banheiros adaptados etc.- e não permitem a fácil circulação?  A relação entre o adaptador para as mãos e o sites inacessíveis é a mesma coisa.

 

Por um mundo digital acessível para todos

 

Conto essa história pra mostrar o quanto acessibilidade web é um tema importante e como as mais diferentes competências podem ajudar a criar um mundo digital mais colaborativo, acessível e para todos.

 

Hoje, dedicado a pesquisar, estudar e aplicar o assunto junto com toda a equipe da A2C, vejo que a grande questão está em difundir o assunto de uma forma que cada um saiba a importância de ter um site acessível. E como nossas habilidades e competências podem ajudar a garantir que isto ocorra da melhor maneira possível e seguindo as melhoras práticas e diretrizes adotadas internacionalmente.

 

Confira o vídeo onde falo sobre a importância do assunto e convido para navegar no  site da A2C pelos recursos de acessibilidade digital.

 

Pretendo, a partir deste primeiro texto iniciar uma série de conteúdos sobre acessibilidade web, visando cada vez mais difundir o tema e compartilhar assuntos como:

 

  • Legislação e as consequências da não adequação
  • Por que ter um site acessível
  • O que precisa ser feito para se adequar a lei e ter um site acessível
  • Como eu posso colaborar com o tema

 

Até o próximo! Falaremos sobre legislação e as consequências da não adequação de sites pensando em acessibilidade.

Compartilhe:

RECEBA
NOVIDADES
DA A2C

E-mail cadastrado! Aguarde nossas novidades.