Acessibilidade digital: 4 bons motivos para ter um site acessível
Entenda porque é importante desenvolver sites inclusivos
Por Jonas Pereira

Analista de Sistemas
Compartilhe:

Ter um site acessível é importante para todos. As organizações não podem alcançar suas metas de negócios ou cumprir suas responsabilidades sociais se excluírem indivíduos com deficiência do pleno acesso à Internet.

 

A acessibilidade web pode causar um impacto real na qualidade de vida de muitas pessoas. Ter um site acessível vai além de questões legais ou de negócio, está diretamente ligada a promoção de uma cultura de inclusão.

Contribuição para a sociedade

A medida que os avanços tecnológicos continuam a mudar a maneira como nos comunicamos, trabalhamos, brincamos e interagimos, uma cultura de acessibilidade e inclusão é fundamental para permitir às pessoas com deficiência sua legítima independência e participação como membros plenos da sociedade. Ao permitir o engajamento de tantas pessoas quanto pudermos, ajudamos a colocar a sociedade em um caminho mais cooperativo, criativo e produtivo para abordar coletivamente os desafios sociais e tecnológicos que enfrentaremos.

 

Saiba mais sobre acessibilidade em nosso guia completo.

Aumento de visitantes e potenciais clientes

Os sites que implementam padrões de acessibilidade web têm maior probabilidade de funcionar na maioria dos navegadores e em vários dispositivos, aumentando o número de clientes em potencial que podem acessá-lo. Quanto mais pessoas puderem ter acesso, esse site terá uma visibilidade maior e uma chance maior de sucesso.

Conforme dados do IBGE de 2010, cerca de 24% da população brasileira possui algum tipo de deficiência. Em números, isso representa 45,6 milhões de pessoas. Ou seja, a partir do momento que seu site não é acessível você pode estar “excluindo” da sua lista de potenciais clientes todas as pessoas com algum tipo de deficiência e que representam um percentual bem grande da população brasileira.

dados acessibilidade web

Melhorando a usabilidade do site para todos

Os sites que são utilizáveis ​​por pessoas com deficiências são geralmente mais fáceis de serem usados ​​por todos, sem que seja necessário comprometer o design visual ou a interatividade.

No processo de implementação das práticas recomendadas de acessibilidade web, é provável que você descubra e corrija os problemas de usabilidade que estavam afetando todos os seus visitantes. Sendo assim, acessibilidade web não diz respeito a apenas construir um site pensando em pessoas com deficiência, e sim pensando em construir um site que seja facilmente acessado por qualquer pessoa, seja ela com deficiência ou não.

 

Melhoria de SEO (Search Engine Optimization)

Os mecanismos de pesquisa são muito parecidos com os usuários cegos porque não conseguem ver o conteúdo de suas imagens. Quando você incorpora recursos de acessibilidade em seu site (como texto alternativo para imagens), sua otimização para mecanismos de busca também melhora! É uma dupla vitória!

 

Muitos são os ganhos de ter um site acessível, mas não se pode deixar de ressaltar que, antes de qualquer questão social ou de negócios, essa é uma questão legal e obrigatória conforme sancionado na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI).

No próximo artigo falaremos sobre cada um dos itens de acessibilidade web que devem ser aplicados para que o seu site possa ser considerado acessível, adequando-se assim a lei e evitando problemas legais.

 

*Este artigo pertence a uma série de posts sobre acessibilidade web. Acompanhe desde o primeiro conteúdo.

Compartilhe:

RECEBA
NOVIDADES
DA A2C

E-mail cadastrado! Aguarde nossas novidades.